Governo entrega parte de ministério ao PP; Centrão espera novos cargos

O governo federal mudou nesta quarta-feira (6) o comando do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS). O Congresso em Foco apurou que o escolhido, Fernando Marcondes de Araújo Leão, foi uma indicação do PP.

Marcondes é filiado ao Avante, mas sua escolha foi intermediada pelo líder do PP, deputado Arthur Lira (AL).

O principal padrinho político do novo diretor do DNOCS é o deputado Sebastião Oliveira (PL-PE), que vai sair do PL e se filiar ao Avante.

A escolha foi assinada pelo ministro da Casa Civil, general Walter Braga Netto, na edição desta quarta do Diário Oficial da União (íntegra).

A mudança no órgão do Ministério de Desenvolvimento Regional acontece em meio às negociações do presidente Jair Bolsonaro com partidos do Centrão. O PP  deve ficar também com o comando do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE),órgão do Ministério da Educação que movimenta mais dinheiro que muitos ministérios - em 2019 foram R$ 55 bilhões.

>Centrão aguarda resposta de governo sobre cargos

O presidente nacional do PP,  senador Ciro Nogueira (PI),  foi um dos primeiros dirigentes do Centrão a se reunir com Bolsonaro neste ano para negociar cargos.

Lira e Nogueira são investigados pela operação Lava Jato e destoam do discurso de campanha de Bolsonaro de que faria nomeações técnicas e contra a “velha política”.

As principais informações deste texto foram enviadas antes para os assinantes dos serviços premium do Congresso em Foco. Cadastre-se e faça um test drive.

> Centrão, que determinará futuro de Bolsonaro, festeja saída de Moro

O presidente tem recorrido a líderes partidários do PP, Republicanos, PSD, PL e PSC para ter uma base legislativa na Câmara e não ficar vulnerável a articulação do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), desafeto de Bolsonaro.

Um deputado do Republicanos ouvido pelo site afirmou que o partido indicou um nome para uma secretaria no Ministério de Desenvolvimento Regional e espera para os próximos dias a nomeação no Diário Oficial.

>Em atrito com Maia, Bolsonaro recebe presidente do DEM

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!