Governo Bolsonaro registra a sua primeira baixa

O governo Bolsonaro registrou nesta quinta-feira (9) sua primeira baixa. Uma semana após assumir o cargo, o publicitário Alexsandro Carreiro pediu exoneração da presidência da Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex). O pedido foi aceito pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que já anunciou o substituto, o embaixador Mário Vilalba. O motivo da saída de Alexsandro não foi divulgado. O orçamento da Apex supera os R$ 650 milhões por ano.

 

A nomeação do publicitário para o comando da Apex era alvo de críticas de diplomatas, que questionavam o seu pouco conhecimento da língua inglesa e a falta de experiência para exercer o cargo. No ano passado a Receita Federal deu baixa a uma empresa de Carreiro que prestava consultoria a municípios.

O nome dele foi sugerido a Bolsonaro pelo próprio ministro Ernesto Araújo. Ativo nas redes sociais, Alex, como é mais conhecido, divulgou uma foto em que segura uma faixa grande em que aparecem imagens de Bolsonaro e Donald Trump com a bandeira brasileira ao fundo.

Entre as missões da Apex estão a promoção das exportações dos produtos e serviços do país, a contribuição para a internacionalização das empresas brasileiras e a atração de investimentos estrangeiros para o país.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!