Governo adia retorno de atendimento presencial do INSS para setembro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia publicou nesta segunda-feira (24) uma portaria que altera a data do retorno gradual do atendimento presencial das agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para 14 de setembro deste ano. O texto altera Portaria publicada em junho pelo Ministério.

>Parlamentares vão ao STF e à OEA contra ameaça de Bolsonaro a jornalista

O documento também prorroga o período de atendimento exclusivamente remoto até o dia 11 de setembro. A medida foi adotada pelo órgão para respeitar o isolamento social durante a pandemia de coronavírus. Depois deste período, as agências continuarão prestando atendimento remoto mesmo com a reabertura das agências.

Segundo o INSS, a reabertura gradual dos postos de atendimento vai seguir as especificidades de cada uma das Agências da Previdência Social no país. "Cada unidade deverá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva", explica o órgão por meio de nota.

Veja a portaria na íntegra.

>Governo quer vincular expansão do Bolsa Família à aprovação da nova CPMF

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!