Filho de Bolsonaro é “menino que ficou chateadinho”, diz deputado eleito do PSL

O deputado eleito Julian Lemos (PSL-PB), integrante da equipe de transição, provocou o vereador carioca, Carlos Bolsonaro (PSL), filho de Jair Bolsonaro, em entrevista a uma rádio da Paraíba. Os dois haviam discutido pelas redes sociais há duas semanas, quando Carlos disse que Julian “não é e nunca foi coordenador de Jair Bolsonaro no Nordeste” e tentava se promover às custas do presidente eleito.

“Veja só, se coloque no meu lugar, eu sou amigo do presidente, sou amigo do pai do menino. E o menino ficou chateadinho pela minha projeção ao lado do pai. O que é que eu tenho a ver com isso? Eu não trabalhei para o filho dele. Se tem uma pessoa que não deve nada ao filho de Bolsonaro, sou eu”, disse o deputado eleito em entrevista à rádio Arapuan, de João Pessoa.

Julian prosseguiu: “Na minha casa, o que meu pai falava era respeitado. Se o pai dele diz diversas vezes que eu sou o coordenador dele no Nordeste, o que é que o príncipe pode dizer a mais do que o rei?”.

No início do mês, Carlos disparou contra o deputado eleito. “Julian Lemos, a pessoa que tem se colocado como coordenador de Bolsonaro no Nordeste não é e nunca foi! Detalhes creio que todos sabem!”, escreveu o vereador no Twitter. Julian publicou uma gravação feita durante o período eleitoral em que o presidente eleito pede votos para ele e o apresenta como o “coordenador do Nordeste”, status usado por Julian nos seus perfis em redes sociais.

Carlos Bolsonaro não concorda com a influência exercida pelo deputado eleito dentro da bancada e na formação do governo. Ele também se desentendeu recentemente com o futuro ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno. Em seguida, anunciou que estava se afastando do comando das redes sociais do pai.

 

No último dia 7, o presidente eleito escreveu nas redes sociais uma mensagem de agradecimento a Carlos em homenagem aos seus 36 anos. E fez referência indireta aos desentendimentos do filho com seus aliados. "Se enganam aqueles que pensam que vão nos separar. Nossos laços vão muito além de algo em comum", disse Bolsonaro. "Meu Pitbull, obrigado sempre por estar por perto, jamais querendo aparecer ou ter ganhos pessoais", acrescentou.

Há duas semanas uma briga interna na bancada do PSL vazou do WhatsApp para a imprensa. As discussões mostraram uma disputa entre a deputada eleita Joice Hasselmann (SP), de um lado; e os deputados Eduardo Bolsonaro (SP), outro filho do presidente, e Major Olímpio (SP), senador eleito. Joice e Eduardo divulgaram depois uma foto afirmando que estava tudo bem entre eles. Em reunião com a bancada, Bolsonaro pediu fim ao “estrelismo”, que os parlamentares evitassem discutir pelas redes sociais e trabalhassem pela unidade do novo governo.

Deputado bolsonarista condenado por estelionato ataca Congresso em Foco, Globo e Folha

Major Olímpio sobre Joice Hasselmann: “Tresloucada”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!