Ex-presidentes veem ato de Bolsonaro como ataque “gravíssimo” à democracia

Três ex-presidentes da República publicaram reações nas redes sociais ao vídeo compartilhado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta terça-feira de carnaval. O presidente envio mensagens pelo Whatsapp convocando aliados a irem para as ruas em um ato contra o Congresso Nacional.

>Bolsonaro convoca apoiadores para ato anti-Congresso, diz jornal

No vídeo divulgado por Bolsonaro são exibidas imagens do presidente no período em que levou uma facada durante a corrida eleitoral de 2018 e traz a seguinte mensagem:

"Ele foi chamado a lutar por nós. Ele comprou a briga por nós. Ele desafiou os poderosos por nós. Ele quase morreu por nós. Ele está enfrentando a esquerda corrupta e sanguinária por nós. Ele sofre calúnias e mentiras por fazer o melhor para nós. Ele é a nossa única esperança de dias cada vez melhores. Ele precisa de nosso apoio nas ruas. Dia 15.3 vamos mostrar a força da família brasileira. Vamos mostrar que apoiamos Bolsonaro e rejeitamos os inimigos do Brasil. Somos sim capazes, e temos um presidente trabalhador, incansável, cristão, patriota, capaz, justo, incorruptível. Dia 15/03, todos nas ruas apoiando Bolsonaro.”

A convocação para a manifestação do dia 15 de março tomou corpo logo após a fala do ministro General Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, que durante cerimônia de hasteamento da bandeira no Palácio da Alvorada, na terça-feira (18), acusou o Congresso de chantagear o governo. Políticos se posicionaram nas redes sociais.

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!