Parlamentares e entidades debatem reação à reforma administrativa

As estratégias de reação do funcionalismo público à reforma administrativa e à PEC Emergencial serão debatidas nesta quarta-feira( 24), no evento Mobilização e Luta pelo Futuro do Brasil. O evento em homenagem ao Dia Nacional em Defesa do Servidor Público é organizado ao Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate), em parceria com a Frente Servir Brasil e o Movimento Basta.

O evento online terá painéis de debate e programação especial das 14h às 17h e será retransmitido  pelo Congresso em Foco. Mais de 20 deputados e senadores têm presença confirmada no ato.

“Esse ato público será decisivo na conscientização, mobilização e luta dos 12 milhões de servidores contra os abusos da PEC 32 e da Reforma Administrativa, que destroem as bases do serviço público brasileiro”, afirma Rudinei Marques, presidente do Fonacate e da Federação Nacional dos Auditores de Controle Interno Público (Fenaud).

Para Lademir Rocha, vice-presidente do Fonacate e presidente da Associação Nacional dos Advogados Públicos Federais (Anafe), o evento representa um marco de virada, mobilização e conscientização da população a respeito dos aspectos nocivos que advêm das reformas regressivas atualmente em curso no Brasil.

“A recente aprovação da PEC Emergencial, que a pretexto de conceder recursos públicos para o auxílio emergência, que é necessário, na verdade, congela investimentos na área de educação, desenvolvimento, assistência social e saúde, inclusive. Além disso, congela os vencimentos dos servidores públicos por um prazo indeterminado de tempo, podendo chegar a até 15 anos”, afirma.

Na ocasião, será lançado o livro “Rumo ao Estado Necessário: críticas à proposta de governo para a Reforma Administrativa e alternativas para um Brasil republicano, democrático e desenvolvido”, organizado por Rudinei Marques, presidente do Fonacate, e José Celso Cardoso Júnior, coordenador da Comissão de Estudos do Fórum.

 

 

 

Continuar lendo