Em semana de tensão e expectativa para atos, Bolsonaro evita a imprensa

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) segue evitando falar com a imprensa. Nesta manhã de segunda-feira (2)  um grupo de apoiadores incluindo lideranças religiosas da igreja católica e de igrejas evangélicas fizeram orações e cantaram músicas religiosas para o presidente, que agradeceu o ato, mas trocou poucas palavras com os seus apoiadores.

>Bolsonaro terá semana tensa e de queda de braço com o Congresso

O silêncio do presidente diante da imprensa na porta do Palácio da Alvorada permanece desde quinta-feira (26), quando o presidente voltou do feriado de Carnaval e comentou as reportagens do jornal O Estado de São Paulo que revelaram que ele endossou a manifestação do próximo dia 15 de março em mensagens enviadas a aliados.

Na noite da mesma quinta-feira (26) Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo em suas redes sociais atacando a jornalista, que respondeu ao chefe do Executivo. Ela chegou a postar na sua conta do Twitter os dois vídeos divulgados na sua coluna do jornal Estado de S. Paulo e apontou as inverdades na fala do presidente.

Veja os vídeos:

>Lula diz que é contra impeachment de Bolsonaro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!