Em 2018, Eduardo Bolsonaro cobrou de aliados que não se aliassem ao Centrão; assista

Um vídeo divulgado por apoiadores de Jair Bolsonaro, mostra que o filho do presidente, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), disse em 2018, durante convenção partidária do PSL, o então partido do presidenciável Jair Bolsonaro, que o maior desafio do grupo não seria eleger Jair presidente, mas sim não se deixar ser "seduzido pelo Centrão".

"O mais difícil do que chegar lá, é se manter lá. Eu queria tirar foto de cada um dos senhores aqui, para saber se em 2019, quando o couro comer pra valer, vocês vão se deixar seduzir pelo discurso do Centrão ou se vão se manter firmes e fortes com Bolsonaro", disse Eduardo durante a convenção.

No vídeo, é possível ver ex-aliados do presidente. Janaína Paschoal, Gustavo Bebianno e o presidente do PSL, Luciano Bivar. Dois anos depois, boa parte do grupo rompeu com o Bolsonaro e é o presidente que agora costura uma aliança com o Centrão.

Entre os novos aliados de Bolsonaro está o deputado federal Sebastião Oliveira (PL-PE), que foi alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) na manhã de sexta-feira (8), em Recife (PE). O parlamentar é suspeito de atuar em um esquema ilícito no setor de infraestrutura. Oliveira foi o responsável por indicar Fernando Marcondes de Araújo Leão para o comando do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS), uma das primeiras movimentações decorrentes do acordo político entre o Planalto e o Centrão.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!