Damares anuncia 102 servidores para a Funai e ataca ONGs

O Minisério da Eonomia assinou, na última sexta-feira (25) uma portaria que autoriza a convocação de 102 servidores para a Fundação Nacional do Índio (Funai) que haviam aprovados em um concurso em 2016. Serão preenchidos 101 cargos de indigenista especializado e um de engenheiro civil.

Responsável pela Funai, a ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, comemorou a decisão no Twitter. "É o governo Bolsonaro preocupado com nossos índios e com o fortalecimento da Funai. Chega do ativismo das ONGs e das indicações políticas na Fundação", escreveu.

A Funai tinha, em dezembro de 2018, um total de 1888 servidores em seu quadro efetivo, mas até 2020 há previsão de que mais de 600 se aposentem, segundo o órgão.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!