Bolsonaro é transferido para possível cirurgia em SP e Flávio Bolsonaro diz que pai foi intubado como precaução

O presidente Jair Bolsonaro foi transferido na noite desta quarta-feira (14) de Brasília para São Paulo “onde fará exames complementares para definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência.” A informação foi repassada pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República, que afirmou ter sido constatada uma obstrução intestinal.

A orientação da transferência partiu do médico responsável pelas cirurgias de abdômen decorrentes da facada que levou durante as eleições de 2018, o cirurgião-gástrico Antonio Luiz Macedo.

Jair Bolsonaro foi levado ao Hospital das Forças Armadas (HFA) na manhã desta quarta devido à fortes dores abdominais. Há algumas semanas, Bolsonaro começou a apresentar uma forte crise de soluço intensa e ininterrupta. O cirurgião gástrico foi chamado para atender o presidente e desembarcou em Brasília no final da manhã.

Mais cedo, o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, chegou a afirmar que o presidente passava bem e que iria ficar "apenas em observação". Bolsonaro foi levado de avião para São Paulo e pousou no aeroporto de Congonhas por volta das 19h. Na sequência, ele foi encaminhado de ambulância para  o hospital Vila Nova Star.

Em entrevista a rádio Jovem Pan, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), afirmou que o pai foi submetido a uma endoscopia, que identificou um entupimento no intestino e ainda líquido no estômago. Flávio afirmou que uma das possibilidades é que algum alimento possa ter ficado preso no intestino do presidente. Diante do quadro, afirmou o parlamentar, Jair foi encaminhado para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e precisou ser intubado.

Veja a nota da Secom:

“Após exames realizados no HFA, em Brasília, o Dr. Macedo, médico responsável pelas cirurgias no abdômen do Presidente da República, decorrentes do atentado a faca ocorrido em 2018, constatou uma obstrução intestinal e resolveu levá-lo para São Paulo onde fará exames complementares para definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência.

Secretaria Especial de Comunicação Social

Secom/MCom"

Na conta de Instragan do presidente Bolsonaro foi postada uma foto com a seguinte legenda:

"Mais um desafio, consequência da tentativa de assassinato promovida por antigo filiado ao PSOL, braço esquerdo do PT, para impedir a vitória de milhões de brasileiros que queriam mudanças para o Brasil. Um atentado cruel não só contra mim, mas contra a nossa democracia.

- Por Deus foi nos dada uma nova oportunidade. Uma oportunidade para enfim colocarmos o Brasil no caminho da prosperidade. E mesmo com todas as adversidades, inclusive uma pandemia que levou muito de nossos irmãos no Brasil e no mundo, continuamos seguindo por este caminho.

- Agradeço a todos pelo apoio e pelas orações. É isso que nos motiva a seguir em frente e enfrentar tudo que for preciso para tirar o país de vez das garras da corrupção, da inversão de valores, do crime organizado, e para garantir e proteger a liberdade do nosso povo.

- Peço a cada um que está lendo essa mensagem que jamais desista das nossas cores, dos nossos valores! Temos riquezas e um povo maravilhoso que nenhum país no mundo tem. Com honestidade, com honra e com Deus no coração é possível mudar a realidade do nosso Brasil. Assim seguirei!

- Que Deus nos abençoe e continue ilumando a nossa nação. Um forte abraço!

- Brasil acima de tudo; Deus acima de todos!

 

> Com dores abdominais, Bolsonaro passa por exames em Brasília

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo