Casa Civil reúne ministros para discutir crise com Covid-19

O ministro da Casa Civil, general Walter Braga Netto, se reuniu nesta sexta-feira (13), em sua sala no 4º andar do Palácio do Planalto, com representantes de 22 ministérios para tratar de ações de combate ao coronavírus.

Também participaram representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Veja no final do texto a lista de participantes.

> Trump e Bolsonaro em alerta por Covid-19. Chefe da Secom infectado. Bolsa fecha pela 4ª vez

O presidente Jair Bolsonaro não esteve no encontro. Está prevista para esta sexta-feira a entrega do resultado do teste feito por Bolsonaro para detectar uma eventual infecção pelo coronavírus.

O exame foi feito na quinta-feira (12) após a constatação de que o secretário especial de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, está infectado. Integrante da comitiva presidencial nos Estados Unidos, ele estava no voo que trouxe o presidente de volta a Brasília. O teste costuma ser sucedido por uma nova avaliação, considerada conclusiva.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, também não participou  da reunião desta sexta e enviou um representante. Heleno fez  parte da comitiva presidencial que estava nos EUA.

O país também vive a expectativa pelo anúncio de novas medidas na área econômica para tentar conter a crise provocada pelo avanço do novo coronavírus. A Caixa Econômica Federal deve liberar mais créditos. O assunto será discutido em reunião entre o ministro Paulo Guedes, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães. O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participará por videoconferência.

Participantes da reunião ministerial sobre coronavírus:

  • Luiz Henrique Mandetta (Saúde);
  • Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública);
  • Paulo Guedes (Economia);
  • Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional);
  • Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações);
  • Bento Albuquerque (Minas e Energia);
  • Onyx Lorenzoni (Cidadania);
  • Wagner Rosério (Controladoria-Geral da União);
  • Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos);
  • Luiz Eduardo Ramos (Secrataria de Governo);
  • Jorge Oliveira (Secretaria Geral da Presidência da República);
  • ministro interino Otávio Brandelli (Itamaraty);
  • ministro interino Douglas Bassoli (Gabinete de Segurança Institucional);
  • ministro interino Almir Garnier Santos (Defesa);
  • ministro interino Márcio Eli Almeida Leandro (Agricultura, Pecuária e Abastecimento);
  • ministro interino Renato de Lima França (Advocacia-Geral da União);
  • Antônio Barra Torres (diretor-presidente da Anvisa);
  • Maurício Costa de Moura (diretor pelo Banco Central).

> Brasil amanhece sob expectativa de teste de Bolsonaro e medidas anticrise

> Em pronunciamento, Bolsonaro desestimula atos por risco de coronavírus

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!