Carlos Bolsonaro e líder do PSL no Senado trocam ofensas duras no Twitter

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) compartilhou neste domingo (13) uma mensagem no Twitter na qual classifica como “bobo da corte” o líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP).

“Este senhor diz absurdos sobre o trabalho que exerço de forma esgotante. És um bobo da corte!”, disse o segundo filho do presidente Jair Bolsonaro.

>Olimpio pede para Carlos não “encher o saco” e Eduardo e Flávio deixarem o PSL

A crítica foi uma resposta a declaração de Major Olímpio de que os filhos do presidente Jair Bolsonaro “agem como príncipes” em alusão a crise deflagrada entre o presidente da República e o PSL.

O senador Major Olímpio respondeu ao vereador carioca e disse que pode ser “bobo”, mas que o país não é “uma corte”.

Deu início então a um bate-boca no Twitter no qual Carlos repetiu a ofensa de “bobo da corte” ao líder do PSL no Senado. Em nova resposta, Olímpio disse para Carlos focar no trabalho de vereador do Rio de Janeiro e que a ausência do segundo filho de Jair Bolsonaro no debate político nacional “fará muito bem ao Brasil”.

Carlos comparou o senador com “uma cadela no cio” durante a campanha eleitoral de 2018 e o acusou de trair o apoio ao então candidato a governador Márcio França (PSB-SP) e conversar com o vencedor das eleições, governador João Doria (PSDB-SP), contra a vontade do presidente Bolsonaro.

Olímpio negou e disse ser a “maior oposição” a Doria:

 

Crise no PSL

Na sexta-feira (12) Bolsonaro e 21 congressistas do PSL, entre eles Flávio e Eduardo Bolsonaro, filhos do presidente e irmãos de Carlos, assinaram um documento solicitando auditoria externa das contas do partido.

A crise na sigla foi destacada pelo Congresso em Foco em setembro, quando deputados revelaram ao site que a situação dentro do partido era de racha e possível debandada.

O clima piorou na última terça-feira (8), quando Bolsonaro disse para um seguidor esquecer da sigla. Desde então, troca de farpas estão acontecendo dos dois lados. Bolsonaro e seus aliados têm sido mais ferrenhos; do outro, o presidente do partido, Luciano Bivar, e deputados que não fazem parte da ala mais bolsonarista.

carlos bolsonaroJair BolsonaroMajor OlímpioPSL