Carlos Bolsonaro comprou imóvel com dinheiro vivo em 2003; valor corrigido é de R$ 366 mil

O vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, comprou um apartamento no valor de R$ 150 mil, em dinheiro vivo, quando tinha apenas 20 anos de idade. A transação aconteceu em 2003. Corrigido pelo IPCA, o valor pago equivale a R$ 366 mil.  A informação foi divulgada  pelo jornal O Estado de S. Paulo.

> Primeira esposa de Bolsonaro comprou imóvel em dinheiro vivo quando eram casados

Carlos é investigado por apropriação dos salários de funcionários “fantasmas” na Câmara Municipal. Ao todo, 11 servidores que já trabalharam no gabinete de Carlos estão sob investigação do Ministério Público.

De acordo com a escritura do imóvel, obtida pelo jornal, o apartamento foi pago em “moeda corrente do País, contada e achada certa”. O apartamento fica na Tijuca, no Rio de Janeiro, e ainda pertence ao parlamentar. Na eleição de 2016, ele declarou que o imóvel valia R$ 205 mil.

Segundo advogada ouvida pelo jornal, a compra de imóvel em dinheiro em espécie não é um crime, as costuma ser apontada como indício de suposta lavagem de recursos, já que não deixa rastro no sistema financeiro se não passar por um banco.

Carlos Bolsonaro não se manifestou ao jornal O Estado de S. Paulo.


 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!