Bolsonaro sobre não ter ministros do Norte e Nordeste: “Também não perguntei o local de nascimento para minha esposa”

O presidente eleito Jair Bolsonaro usou mais uma vez as redes sociais nesta sexta-feira (21) para responder críticas ao governo. Essa é a primeira vez desde a Proclamação da República que a equipe ministerial não terá representantes do nordeste ou do norte. Dos 22 ministros de Bolsonaro, onze são do sudoeste, oito do sul, dois do centro oeste e um é colombiano.

Bolsonaro fez uma série de tweets alegando que o critério usado para as indicações foi técnico, e que de forma indireta vários nordestinos trabalhariam para o governo. Para o presidente eleito, a observação feita por reportagem do jornal Folha de S. Paulo foi injusta. "Como se nascer em uma região se traduzisse em competência e não nascer significasse descaso e abandono", disse.

Ele disse ainda que "não saiu perguntando" características pessoais da equipe, e que também não quis saber onde nasceu a esposa Michelle Bolsonaro, filha de nordestinos.

 

> Bolsonaro faz hoje primeira reunião com os 22 ministros indicados

> Terceiro ministro do DEM causa “ciúmes” e partidos ameaçam Previdência

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!