Bolsonaro diz que cloroquina pode ser placebo: “Tudo bem, paciência”. Assista

Na edição de quinta-feira (4) de sua live semanal - acompanhado pelo diretor da Anvisa, Antonio Barra Torres - Jair Bolsonaro voltou a recomendar o uso de cloroquina no tratamento da covid-19, mesmo tendo admito que pode ser comprovado que o medicamento seja, na verdade, um placebo.

“Pode ser que lá na frente falem: a chance é zero, era um placebo. Tudo bem, paciência. Me desculpa, tchau. Pelo menos não matei ninguém", disse.

"Se não faz mal, o médico falou que não está previsto esse mal que você tem na bula do remédio; não provoca arritmia. Por que não tomar? Eu tomei", afirmou Bolsonaro.

Assista

> Governo vai enfrentar segunda onda de covid-19 com mais cloroquina. Veja documento

Continuar lendo