Bolsonaro comanda primeira reunião ministerial para definir medidas iniciais do governo

O presidente Jair Bolsonaro comandará a primeira reunião ministerial na manhã desta terça-feira (3) no Palácio do Planalto. Participarão os 22 ministros, o vice-presidente, Hamilton Mourão, e o chefe de gabinete da Presidência, Jorge Antônio de Oliveira.

 

O objetivo do encontro do chamado Conselho de Governo é discutir o cronograma das primeiras medidas que devem ser implementadas pela nova gestão. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, adiantou que o governo pretende anunciar nos próximos dias ações para “facilitar” a vida do brasileiro.


"Rapidamente atrairemos investimentos iniciais em torno de R$ 7 bi, com concessões de ferrovia, 12 aeroportos e 4 terminais portuários. Com a confiança do investidor sob condições favoráveis à população resgataremos o desenvolvimento inicial da infraestrutura do Brasil", escreveu Bolsonaro no Twitter nesta manhã.

 

Segundo Onyx, o novo presidente deverá receber no encontro mais de 50 propostas de seus auxiliares. Uma das primeiras medidas aguardadas é o decreto que facilita a posse de armas de fogo, trabalhado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, a pedido de Bolsonaro. O ministro da Economia, Paulo Guedes, também deve esboçar pontos da reforma da Previdência, tratada por ele como prioridade absoluta.

 

Entre as primeiras orientações recebidas pelos novos ministros estão o corte de cargos comissionados, a redução da estrutura administrativa e a melhora na eficiência dos serviços públicos. Bolsonaro pretende reunir seu ministério uma vez por semana, sempre às terças-feiras.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!