Bolsonaro anuncia, via Twitter, fechamento de sete embaixadas brasileiras

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na manhã desta sexta-feira (23) o fechamento de sete embaixadas brasileiras no exterior. O anúncio foi feito pelo Twitter.

Duas delas estão na África, em Serra Leoa (na cidade de Freetown) e na Libéria (Monróvia). As restantes estão no Caribe Granada (Saint Georges); Dominica (Roseau); São Cristóvão e Névis (Basseterre), São Vicente e Granadinas (Kingstown) e Antigua e Barbuda (Saint John).

Segundo Bolsonaro, o fechamento das embaixadas ocorre "por questão de economia", o que não representa um rompimento de relações entre os países. A expectativa é que os países, por reciprocidade, também encerrem suas embaixadas em Brasília.

A medida ocorre um dia depois de o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, defender que o Brasil se torne um "pária"internacional, se isso vier a troco do país defender a liberdade. "Sim, o Brasil hoje fala em liberdade através do mundo. Se isso faz de nós um pária internacional, então que sejamos esse pária”, afirmou Araújo durante um discurso de formação de diplomatas no Instituto Rio Branco, ligado ao Itamaraty.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!