Advogada contradiz Bolsonaro ao negar que Wassef advoga para o presidente

A advogada Karina Kufa divulgou uma nota nesta quinta-feira (18), afirmando que Frederick Wassef não presta serviços advocatícios para Jair Bolsonaro e que  todas as ações do presidente, sejam elas cíveis, criminais ou eleitorais, estão sob a responsabilidade de seu escritório.

Wassef é o dono da casa onde, na manhã dessa quinta-feira (18), foi preso Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no processo relacionado ao esquema da “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A nota de Karina, no entanto, choca-se com declarações do próprio Palácio do Planalto.

 

Em setembro de 2019, o porta-voz do presidente, general Otávio Rêgo Barros, confirmou aos jornalistas que Wassef representa o presidente no caso Adélio Bispo. O próprio Bolsonaro, também no ano passado, disse que Wassef o representava no processo do atentado em Juiz de Fora, ao justificar seus encontros com o advogado nos palácios do Planalto e da Alvorada.

> Foragida, mulher de Queiroz está recebendo auxílio emergencial

Advogado do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Wassef havia afirmado, em entrevista à repórter Andréia Sadi, da Globo News, não saber o paradeiro do ex-assessor. Em uma recente live promovida pelo UOL, o advogado voltou a repetir a afirmação. Mas admitiu que o ex-assessor de Flávio e amigo de Jair Bolsonaro "poderia aparecer".

Na tarde da última quarta-feira (17), Wassef acompanhou a posse do novo ministro da Comunicações, Fábio Faria. Ele foi recebido no Palácio do Planalto, segundo a agenda oficial do presidente, três vezes. Mas, segundo a TV Globo, o advogado se encontrou mais vezes com o presidente no Palácio da Alvorada.

Confira a nota de Karina Kufa:

“Diante das recentes informações veiculadas pela imprensa na data de hoje, nas quais se noticia que o advogado Frederick Wassef presta serviços advocatícios ao senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, o escritório Kufa Advocacia esclarece que todas as ações do senhor Jair Messias Bolsonaro, sejam elas cíveis, criminais ou eleitorais, em curso no poder judiciário, exceto aquelas de competência da Advocacia Geral da União - AGU, estão sob a responsabilidade deste escritório, cuja única sócia é sua fundadora, Karina Kufa. O advogado Frederick Wassef não presta qualquer serviço advocatício em nenhuma ação em que seja parte o senhor Jair Messias Bolsonaro e não faz parte do referido escritório, não constando seu nome em qualquer processo.

Atualmente, esta banca possui a honra de dividir os cuidados processuais de casos criminais com o escritório Moraes Pitombo Advogados, atuando de forma conjunta nos processos PET 7836, AP 1007 e AP 1008, em trâmite perante o E. Supremo Tribunal Federal, bem como na Ação Penal número 0004600-15.2018.4.01.3801 e no Inquérito Policial número 503/2018, ambos em curso no Tribunal Regional Federal da Primeira Região, inexistindo a participação de qualquer outro escritório ou advogado nas ações relacionadas ao senhor Jair Messias Bolsonaro ou no procedimento investigatório instaurado para apurar o delito do qual foi vítima”.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!