Virada Política discute em São Paulo ideias para superar a crise brasileira

O bairro de Pinheiros, em São Paulo, sedia, neste domingo (30), o segundo e último dia da Virada Política de 2018, um evento anual para discutir política, organizado por coletivos independentes sem ligação partidária.

Pensadores e pessoas engajadas participam de várias atividades gratuitas, como palestras, mesas e oficinas. No centro do debate, os temas da juventude na política, das fake news e da reforma política, entre outros.

Neste domingo, a virada teve início às 10h, com uma oficina para discutir as formas como os jovens procuram o engajamento político. Outras opções podem ser escolhidas ao longo do dia, como por exemplo um painel sobre inovações em governo, ou uma oficina intitulada "Como fazer Advocacy?".

Jovens participam da Virada Política, na Câmara Municipal de São Paulo, no sábado (29) - Foto: Organização da Virada

O advogado Lucas Vieira, 25 anos, viajou de Goiânia para participar do evento no sábado. Segundo Lucas, eventos como esse o motivam a seguir acreditando na educação política. "A Virada Política para mim é a materialização de um sonho. Sempre me inquietou essa ideia criada de distanciamento que há entre a política e as pessoas", afirmou.

A Virada Política termina neste domingo com a oficina e lançamento do livro "O vazio no poder: a reinvenção do ser político", do ativista político Eduardo Rombauer.

O evento deste ano teve início com a "Pré-Virada", no dia 22 de setembro, que promoveu o 2º Cine-Debates, com a exibição de filmes acompanhados de palestras e debates.

Ontem, um painel sobre o tema da presença das mulheres na política abriu oficialmente a a Virada Política de 2018, que se encerra neste domingo. Acesse aqui a programação do evento.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!