Vídeo: “Se não fizermos a reformar ampla da Previdência, não vamos poder pagar os benefícios no futuro”, diz Garibaldi Alves

Aliado do governo no Senado, senador alerta para a urgência da reforma previdenciária, que, no seu entendimento, já deveria ter sido feita há pelo menos uma geração

 

Quando foi ministro da Previdência no primeiro governo da ex-presidente Dilma Rousseff, o senador Gariabaldi Alves (PMDB-RN) foi o responsável pela proposta que criou o limite de 10 salários mínimos para o pagamento das aposentadorias do setor público. O parlamentar defende a reforma da estrutura de financiamento e pagamento de benefícios previdenciários porque, segundo ele, a legislação ficou superada, principalmente com relações a pensões.

 

“A proposta de reforma do governo é dura porque não foi feita antes, mas precisamos ter coragem para fazer os ajustes”, disse o parlamentar em entrevista ao editor Leonel Rocha.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!