Vice de Obama quer mais brasileiros nos EUA

Biden pediu ao embaixador americano para desburocratizar a emissão de vistos para brasileiros visitarem os Estados Unidos. País é o destino favorito de quem vai ao exterior

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta sexta-feira que deseja mais brasileiros visitando seu país. Ele está em Brasília e admitiu ter conversando com o embaixador americano no Brasil, Thomas Shannon, para desburocratizar o processo de vistos para cidadãos brasileiros. Atualmente, a espera pode chegar a 3 meses.

"Nós queremos os brasileiros viajando para os Estados Unidos, não apenas para fazer compras, mas para nos ver, para nos entender”, afirmou Biden à Agência Brasil.

O interesse dos americanos têm um motivo: o brasileiro nunca gastou tanto dinheiro em outros países. Nos primeiros quatro meses, o turista nativo gastou mais de US$ 8 bilhões no exterior.

A visita de Biden também pode ser considerada um preparativo para o encontro que a presidenta Dilma Rousseff terá com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em outubro. A viagem de Dilma ainda não tem data certa.

Joe Biden foi recebido por Dilma no Palácio do Planalto e, logo após, pelo vice-presidente Michel Temer, que lhe ofereceu um almoço no Palácio do Itamaraty.

"O ano de 2013 deve marcar o início de uma nova era nas relações entre Brasil e EUA. Mais que uma promessa, deve se tornar uma realidade, com uma agenda ambiciosa de ações", afirmou Biden, que tratou de temas como cooperação bilateral entre os países, segurança internacional e política externa.

Analistas avaliam que as relações entre Brasil e Estados Unidos se intensificaram com os ex-presidentes Lula e George W. Bush. Entretanto, a empatia entre Lula e Obama não foi a mesma e chegou a sofrer avarias durante o episódio  em que o governo americano pediu a intermediação brasileira junto ao governo do Irã e depois a desconsiderou.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!