Velório de Campos será à noite e reservado à família

Previsão de chegada dos restos mortais é 22h. Só no domingo as homenagens serão abertas ao público. Enterro será às 16h de amanhã

Bruna Serra
enviada especial a Recife (PE)

O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que fará o transporte dos restos mortais do ex-governador Eduardo Campos (PSB) e de mais três assessores vitimados na queda de um jato particular em São Paulo deverá chegar a Pernambuco até as 22 horas deste sábado (16). Os quatro serão velados juntos no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, em Recife. De acordo com o presidente do PSB em Pernambuco, Sileno Guedes, todos os corpos já foram identificados.

O governador de Pernambuco, João Lyra Neto, e o prefeito de Recife, Geraldo Júlio, estão em São Paulo aguardando que sejam emitidas em Santos as certidões de óbito. Somente após esse procedimento é que os corpos podem ser transportados a Recife.

Veja as fotos: moradores depositam flores e cartazes homenageiam Campos

Conforme informações da assessoria de imprensa do governo estadual, o translado está previsto para ser iniciado às 17 horas, entretanto, como os aviões da FAB que costumam ser designados para realizar estes procedimentos são maiores e mais lentos do que os da aviação comercial, a previsão de chegada no Recife é 22h. Durante a noite, o velório será dentro do Palácio do Campo das Princesas e reservado aos familiares das vítimas.

Somente na manhã deste domingo é que os caixões serão posicionados em frente a sede do executivo estadual para receber o adeus do público. Para às 14h deste domingo esta marcada a missa campal a ser celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido. Os enterros estão marcados para as 16h. Eduardo Campos será sepultado no cemitério de Santo Amaro, onde também foi enterrado seu avô, Miguel Arraes de Alencar.

São esperadas 100 mil pessoas durante este domingo nos arredores da Praça da República para a despedida ao ex-governador. As autoridades de segurança pública e trânsito do governo e da prefeitura estão na expectativa de que somente a missa reúna 30 mil pessoas.

Corrente

Apesar da dor vivenciada com a morte do marido, a ex-primeira-dama de Pernambuco Renata Campos está opinando nos detalhes sobre o velório e o enterro. Ao mesmo tempo, recebe em sua casa amigos e até parentes de outros vitimados no acidente. A família está na expectativa de que ainda seja encontrado um cordão de ouro que Eduardo usava no pescoço com imagens de Nossa Senhora e São Francisco além de um pingente com a representação dos cinco filhos e com a primeira letra do nome da esposa.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, em reunião na sexta-feira o PSB já decidiu que a ex-senadora e até então vice na chapa do partido, Marina Silva, será homologada candidata. A próxima semana deverá ser de articulações para que se escolha quem o partido indicará para a vice.

Ainda de acordo com o jornal, o nome mais cotado é o do deputado federal Beto Albuquerque do Rio Grande do Sul. Uma reunião está marcada para a próxima quarta-feira (20) na sede do PSB em Brasília para que o partido de Eduardo Campos possa apresentar o nome do vice aos integrantes do Rede Sustentabilidade e assim homologar a chapa junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na terça-feira (19) data do início do programa eleitoral, o PSB levará ao ar um programa em homenagem ao ex-governador e ex-presidente nacional da sigla.

Mais sobre Eduardo Campos

Mais sobre eleições

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!