Veja o tamanho do prejuízo contabilizado pelos auditores do TCU

A soma dos gastos irregulares, segundo os auditores, somou mais de R$ 157 milhões

O TAMANHO DO PREJUÍZO

Problema Prejuízo por ano
Supersalários de 464 servidores (acima do teto constitucional) 11.026.132,13
Pagamento irregular de horas extras 19.812.982,65
Pagamento indevido de "vantagens pessoais" a 5 mil servidores (VPNI de adicional de PL, de Esforço concentrado e de Prêmio de produtividade) 70.646.065,08
Acumulação ilegal de cargos e de jornadas de trabalho 3.768.849,45
Cumprimento de jornada de trabalho inferior mas com remuneração integral 20.433.506,08
Incorporação indevida de quintos de função comissionada de 83 servidores 3.552.134,41
Reajuste indevido de pensões, ao fazer paridade com ativos mesmo depois de norma específica (ignorado)
Aumento irregular de vencimento básico e gratificação legislativa, apenas porque o servidor obteve uma função comissionada 27.899.865,30
Recolhimento a menor de contribuição previdenciária dos consultores 626.476,78
Total (em R$ por ano) 157.766.011,88

Fonte: Relatório 629/09 da Sefip do TCU

Leia tudo sobre supersalários

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!