Veja o resumo do debate, bloco a bloco

Temas como Petrobras, corrupção, violência e inflação estiveram no centro do confronto

BLOCO 1
Após críticas sobre a beligerância do debate anterior, Dilma Rousseff e Aécio Neves começaram em tom ameno o encontro deste domingo, na TV Record. Aécio chegou a elogiar a "qualidade" de uma pergunta da petista sobre as políticas para microempresas. O clima sereno, entretanto, durou pouco. Perguntada sobre segurança pública e saúde, Dilma criticou os resultados apresentados por Aécio em Minas Gerais nas duas áreas. A presidente também questionou um eventual desejo de Aécio em mudar as leis trabalhistas. Foi rebatida com críticas duras à economia e às denúncias de corrupção na Petrobras. A temperatura já começa a subir.

BLOCO 2
A Petrobras continuou entre os temas preferidos no segundo bloco do debate entre os presidenciáveis neste domingo, na TV Record. Aécio iniciou questionando Dilma sobre a perda de valor de mercado da estatal nós últimos anos. A petista afirmou que o governo tucano queria privatizar a companhia. A gestão dos bancos públicos também alimentou polêmicas entre os dois candidatos. Dilma defendeu o o papel de BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Aécio se dirigiu aos funcionários dos bancos, criticando o que chamou de "terrorismo" dos adversários.
BLOCO 3

Educação e infraestrutura estiveram no centro do terceiro bloco do debate entre os candidatos à Presidência da República, na TV Record. O tucano Aécio Neves cobrou a entrega das 6 mil creches prometidas pelo governo. Dilma afirmou que o PSDB sucateou o Ensino Superior no país. Aécio ironizou as obras federais paralisadas e ouviu da presidente uma lista extensa e empreendimentos supostamente entregues pelo governo.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Em um debate sem ataques pessoais, como aconteceu no encontro anterior, Dilma Rousseff e Aécio Neves se despediram do público marcando as diferenças entre os dois projetos. A petista lembrou das conquistas sociais e se comprometeu a não deixar que sejam tragadas por crises. Aécio criticou a adversária, ao dizer que o atual governo não tem o que oferecer para o futuro.
Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!