TV Câmara é utilizada para fazer propaganda para parlamentares

Nas produções são exibidas imagens dos deputados em sua base eleitoral, trocando beijos e abraços com eleitores e visitando obras fruto de suas próprias emendas. Cada programa custa R$ 50 mil

Desde o final de agosto, a TV Câmara passou a exibir o programa “Onde o Povo está”, com formato semelhante a de uma propaganda eleitoral e que tem beneficiado parlamentares aliados do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A informação é do jornal O Globo deste domingo (6).

De acordo com a reportagem, 16 deputados já gravaram o programa. Nove deles já foram ao ar. Os primeiros parlamentares beneficiados com as gravações foram escolhidos pelo secretário de Comunicação da Câmara, Cléber Verde (PRB-MA), segundo informações do jornal. O formato da produção tem sido criticado por adversários de Cunha, já que descaracteriza o caráter institucional da TV Câmara.

Cada produção tem 15 minutos e conta com a participação de três parlamentares. No “Onde o Povo está”, são exibidas imagens dos deputados em sua base eleitoral, trocando beijos e abraços com eleitores e visitando obras fruto de suas próprias emendas. Também já foram divulgados vídeos de deputados dançando, aplaudindo desfile cívico, em casamento coletivo e até mesmo narrando jogo de futebol.

Pelas informações do jornal O Globo, o custo da produção é de aproximadamente R$ 50 mil por programa. Na primeira leva, foram gravadas produções no Amapá, Espírito Santo, Santa Catarina, Paraíba e Goiás.

“Cada visita a um estado custa em torno de R$ 50 mil, incluídas despesas de passagem, hospedagem e aluguel de uma van. Uma equipe de quatro profissionais da TV — um diretor, um produtor, um cinegrafista e um assistente — se desloca para as bases dos políticos para gravar. Os locais e eventos a serem registrados são escolhidos pelo próprio deputado”, informa o jornal.

 

Confira a matéria na íntegra

Mais sobre a Câmara

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!