Tucano retira candidatura ao governo de Alagoas

Eduardo Tavares alegou "limitações impostas pela falta de estrutura para a campanha eleitoral e de apoio partidário"

O procurador de Justiça Eduardo Tavares desistiu da candidatura ao governo de Alagoas. Em nota divulgada hoje (24), ele afirmou que, “diante das limitações impostas pela falta de estrutura para a campanha eleitoral e apoio partidário, foi preciso reconhecer a hora de recuar”.

Tavares comandou a secretaria estadual da Defesa Social de janeiro a abril último, quando deixou a pasta devido ao prazo determinado pela Justiça eleitoral para a desincompatibilização de ocupantes de cargo no Executivo.

Alguns tucanos reclamavam que o partido não tinha sido consultado para a escolha do candidato e não se sentiam prestigiados nas negociações.

Também hoje foi confirmada a desistência do candidato do PRTB, Jeferson Piones, que estava na disputa pelo governo de Alagoas. O motivo seria a incompatibilidade de horários das atividades que ele cumpre como professor e consultor com a agenda de campanha.

 

Mais sobre eleições de 2014

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!