TSE já aplicou mais de R$ 70 mil em multas aos presidenciáveis

Aécio Neves foi o mais multado, em R$ 40 mil, por esconder o nome de seu candidato a vice na propaganda. Dilma paga multa pelo pronunciamento que fez no Dia do Trabalho e também por esconder o nome de Michel Temer

Recurso da Justiça Eleitoral para tentar controlar excessos durante a campanha eleitoral,  as multas aplicadas na disputa deste ano já somam R$ 70 mil para Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). O tucano é o líder em multas com R$ 40 mil aplicados em um único processo contra ele. Sua coligação foi multada pelo ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto por levar ao ar oito inserções de televisão sem que o nome de seu candidato a vice Aloysio Nunes Ferreira figurasse na tela. As informações são do jornal O Globo.

Como foram quatro inserções de 15 minutos cada no dia 1 de outubro e outras quatro no dia 2, o ministro aplicou R$ 5 mil por inserção. Já Dilma Rousseff foi multada em duas ocasiões. A primeira pelo pronunciamento de rádio e televisão do Dia do Trabalho, antes do início da campanha, quando o TSE entendeu que a presidente usou o tom político e não institucional. A infração custará R$ 25 mil a candidata. Em seguida recebeu multas de R$ 5 mil por motivo semelhando ao adversário: exibiu em tamanho bem inferior o nome de Michel Temer, vice presidente da República e candidato à reeleição, na televisão.

As coligações ainda podem recorrer das multas aplicadas e nenhuma delas foi paga. Todas as multas aplicadas pelo TSE e pagas após a eleição são incorporadas ao valor do Fundo Partidário daquele ano. Ou seja, somente após a eleição se saberá quanto de multa será acrescido ao fundo que é repartido entre todos os partidos brasileiros.

As cobranças, entretanto, são resultado de uma parcela mínima dos processos aos quais os dois respondem ou já responderam desde janeiro de 2013. Ao todo, o TSE registrou, do início do ano passado até a última segunda-feira, 128 representações contra os dois candidatos, sendo 91 ações contra Dilma e sua coligação e 37 contra Aécio.

Veja a reportagem completa no site do jornal

Mais sobre eleições 2014

Assine a Revista Congresso em Foco


Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!