Truco no Congresso: chegou a hora da verdade

Inspirado no famoso jogo de cartas, projeto lançado em parceria pela Agência Pública e pelo Congresso em Foco vai checar a veracidade do discurso parlamentar. Entenda como funciona e veja, na estreia, se Renan e Cunha blefaram ao fazer o balanço do semestre

 

Arte: Alexandre De Maio

Congresso em Foco e Pública

O Congresso em Foco e a Agência Pública de Jornalismo Investigativo lançam em parceria, nesta segunda-feira (3), o Truco no Congresso, um projeto permanente de fact checking (checagem de fatos, em tradução literal). Uma equipe composta por jornalistas dos dois veículos vai checar semanalmente as frases mais relevantes ditas por deputados e senadores dentro e fora do plenário. Inspirado no famoso jogo de baralho no qual os jogadores são desafiados a mostrar suas cartas, o projeto vai acompanhar de perto o dia-a-dia do Congresso Nacional. O resultado será apresentado nos dois sites.

Nesta primeira edição, fomos atrás da verdade nos pronunciamentos feitos pelos presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), no balanço do semestre legislativo. Será que o que eles disseram corresponde à realidade? Acesse aqui para ver.

“A ideia do Truco é pedir aos parlamentares para colocar todas as cartas na mesa, detalhando os dados e fatos que embasam suas falas mais polêmicas”, explica Natalia Viana, co-diretora da Agência Pública. O projeto teve sua experiência inicial no ano passado, durante as eleições. Jornalistas da agência checavam diariamente o que os presidenciáveis diziam no horário eleitoral. Agora, em parceria com o Congresso em Foco, o Truco chega à Câmara e ao Senado. É a vez de saber se os parlamentares estão blefando ou falando a verdade.

“Estamos muito animados com essa parceria com a Pública porque a vemos como uma fantástica oportunidade de traduzir o debate político para não iniciados, sobretudo para as pessoas mais jovens. Esperamos também contribuir para tirar a máscara de personalidades e discursos que vagam por aí, como fantasmas, iludindo alguns incautos”, afirma o fundador do Congresso em Foco, Sylvio Costa.

Como funciona

O discurso e os projetos de lei serão checados com base em cruzamentos de dados, estatísticas e entrevistas com especialistas. Para cada frase checada, será atribuída uma “carta”, que esclarece aos leitores se a informação é verdadeira, se está fora de contexto ou se é um blefe.

Além de dar as cartas, o projeto vai “pedir truco” aos parlamentares, desafiando-os publicamente a explicar melhor suas falas.

Outra carta que vai aparecer no Truco no Congresso é a “Que medo!”, aplicada quando a equipe considerar as propostas dos deputados e senadores que podem ser prejudiciais para uma parcela da população. Nesses casos, também será publicado um texto sobre o assunto.

O Truco no Congresso será publicado às sextas-feiras nos sites da Agência Pública e do Congresso em Foco, duas organizações que têm como marca a qualidade e a independência do seu jornalismo. O projeto conta com identidade visual assinada pelo quadrinista Alexandre De Maio.

“A checagem de discurso é uma tendência no jornalismo mundial, por isso achamos importante tornar o Truco um projeto permanente. E voltado para o Congresso Nacional, uma instituição que tem cada vez mais poder nas decisões do futuro do país. O objetivo do fact checking é fazer com que mentir custe caro aos nossos governantes”, diz Natalia.

Entenda o significado das cartas

  • Blefe

A informação é falsa. Para a checagem, são usados dados de outras fontes ¬– de preferência independentes – e auxílio de especialistas para confrontar a versão apresentada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Não é bem assim

A informação é exagerada, distorcida ou discutível. Apresentamos a nossa apuração dos fatos para demonstrar o porquê.

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Tá certo, mas peraí

A informação é correta mas merece ser contextualizada. Existem mais dados que o leitor precisa saber do que os que foram apresentados na fala do parlamentar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Truco!

Desafio público relativo a informações polêmicas ou aparentemente insustentáveis, ditas dentro ou fora do plenário.

  • ZAP!

Informações corretas e relevantes, raramente discutidas com a devida atenção no Senado e na Câmara. Por isso, são apresentados números que confirmam e expandem o que foi falado.

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Parlamentar em crise  

A frase contradiz declarações ou ações anteriores do próprio parlamentar. Investigamos e trazemos todas as evidências para comprovar.

 

 

 

 

 

 

 

  • Que medo!

Projeto de lei ou emenda parlamentar que podem prejudicar uma parcela da população, reduzir ou suprimir direitos. O selo serve de alerta e virá acompanhado de um texto que mostra os problemas que aquela proposta traz.

Além de checar os dados, o Truco no Congresso vai acompanhar o funcionamento da Câmara e do Senado e a tramitação de projetos e emendas, trazendo reportagens investigativas e também outras seções fixas:

Flashback
O que foi mais relevante durante a semana no Congresso, de fato

De olho
Qual será a pauta da semana seguinte, que horas e no que a população deve ficar de olho

Infográficos
Como funciona o Congresso e muito mais

Mais sobre o Truco no Congresso

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!