Truco no Congresso: Bolsonaro e Fraga blefam

Deputados da "bancada da bala" apontaram o Brasil como o país de “maior desemprego no mundo”, onde “ninguém fica na cadeia”. Congresso em Foco e Pública mostram que o que eles disseram não corresponde aos fatos

Durante esta semana, parlamentares ligados à bancada da bala, como o presidente do DEM no DF, Alberto Fraga, criticaram o sistema carcerário brasileiro e o polêmico Jair Bolsonaro (PP-RJ) afirmou que o desemprego no país chega a 40%. Agora, o Truco no Congresso, projeto de checagem de discurso parlamentar promovido em parceria pela agência Pública e pelo Congresso em Foco, mostra que a situação é bem diferente da descrita por eles em plenário.

“Ninguém mais fica na cadeia preso, hoje ninguém tem mais receio de ficar preso, porque só se fala em direitos humanos e esquecem-se dos verdadeiros direitos do cidadão brasileiro trabalhador, honesto, etc.” – Alberto Fraga (DEM-DF), no plenário, na quarta-feira (12)

Pesquisa divulgada em junho pelo Ministério da Justiça mostra que o Brasil tem a quarta maior população carcerária do mundo. Se a realidade do sistema prisional brasileiro fosse como descreveu o deputado Alberto Fraga, os números revelados não seriam tão altos. | LEIA MAIS |

“Qual é o problema que está acontecendo no Brasil? Não bastasse nós termos aqui a maior taxa de desemprego do mundo, em torno de 40%, o governo apregoa 7%. Mas, vejam só, 26% do povo brasileiro vive de Bolsa Família, e o governo considera esse pessoal empregado.” – Jair Bolsonaro (PP-RJ), em plenário, na quarta-feira (12)

As metodologias mais comuns utilizadas para mensurar o nível de desemprego no Brasil apontam para números bem distantes da taxa mencionada pelo deputado Jair Bolsonaro. | LEIA MAIS |

“É uma colaboração do Congresso Nacional, da isenção do Congresso Nacional, da independência do Congresso Nacional para uma agenda do país.” – Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Congresso, sobre a Agenda Brasil, um pacote de medidas entregue, segundo o parlamentar, para estimular a economia, na segunda-feira (10)

O conjunto de propostas reunido pelo presidente do Congresso, Renan Calheiros, na Agenda Brasil inclui mudanças polêmicas que ameaçam a preservação do meio ambiente e as terras indígenas e os direitos trabalhistas. | LEIA MAIS |

“Se descriminalizar o uso, acabou, legalizou a droga. Se não for crime usar, as pessoas vão andar com droga à vontade. Vão levar para o colégio, para a praça, distribuir para os amigos.” – Osmar Terra (PMDB-RS), deputado federal, em entrevista à EBC, na segunda-feira (10)

Atualmente, a chamada Lei de Drogas (11.343/2006) não criminaliza especificamente o uso de drogas. A lei faz uma distinção entre usuários e traficantes. | LEIA MAIS |

Leia ainda:

Truco: para o líder do PSDB, oposição não tem de propor

‘Envergada’, Dilma faz política para ‘não quebrar’

Mais sobre o Truco no Congresso

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!