TRE de Roraima cassa mandato do governador

Chico Rodrigues, que poderá permanecer no cargo até análise de recurso no TSE, foi condenado por gastos ilícitos nas eleições de 2010. Derrotado no segundo turno das eleições deste ano, ele deixa o governo em 31 de dezembro

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Roraima cassou o mandato do governador do estado, Chico Rodrigues (PSB), em sessão ocorrida nessa quarta-feira (5). Por maioria de votos, os juízes entenderam que Rodrigues cometeu irregularidades durante a campanha de 2010. O pedido de cassação foi protocolado pela coligação Para Roraima voltar a ser feliz, adversária do candidato, e pelo PP. Rodrigues poderá permanecer no cargo enquanto recorre ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O governador foi cassado por gastos ilícitos na campanha eleitoral de 2010. Segundo o tribunal houve contratação irregular de apoiadores e confecção de grande quantidade de camisetas. Na época, ele disputou as eleições como vice do governador eleito Anchieta Júnior, que renunciou ao cargo em abril para concorrer ao Senado.

Em nota divulgada à imprensa, o governador estranhou a cassação, decidida dois meses antes do término do mandato e disse recorrerá da decisão. “Governo do estado tranquiliza o povo de Roraima e deixa claro que vai conduzir todas as suas atividades administrativas de forma absolutamente normal até o final do mandato.", declarou.

Mais sobre eleições 2014

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!