Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Testemunha diz que policiais estavam no carro usado no assassinato de Marielle

 

Um policial lotado no 16º BPM (Olaria) e um ex-PM do batalhão da Maré participaram da execução da vereadora Marielle Franco (Psol) e do motorista Anderson Gomes, de acordo o depoimento de uma testemunha-chave do crime. Segundo o jornal O Globo, a testemunha – a mesma que envolveu o vereador Marcello Siciliano (PHS) no crime – contou que os policiais estavam acompanhados de outros dois homens no Cobalt prata usado na execução.

Os quatro acusados que estavam no veículo foram identificados por essa testemunha e vêm sendo investigados pela Delegacia de Homicídios da capital (DH). Além do PM e do ex-policial, os outros passageiros do Cobalt, segundo o delator, são ligados ao miliciano Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando de Curicica, que atua na Zona Oeste e que, de acordo com a testemunha, participou da trama para matar Marielle, junto com Siciliano.

Esses dois homens, informa a reportagem, já se envolveram, em junho de 2015, em outra execução com características semelhantes à de Marielle, também a mando de Orlando de Curicica, conforme o Ministério Público do Rio. Os nomes dos acusados não foram revelados para não atrapalhar as investigações. Segundo a denúncia, o grupo matou, em 2015, com tiros na cabeça, um homem que alugou um terreno na área de influência de Orlando, para instalação de um circo, sem autorização prévia do miliciano.

O delator disse à Divisão de Homicídios (DH) que Orlando deu a ordem para executar Marielle de dentro da prisão por meio do celular de outro preso, Charle Dickson Ferreira da Silva.

Segundo O Globo, um dia após o depoimento da testemunha, a Secretaria de Segurança pediu a transferência de Orlando para um presídio de segurança máxima, mas a medida ainda não foi autorizada. Ele está preso desde outubro do ano passado, acusado de liderar uma milícia.

<< Veja a reportagem do Globo

<< Vereador acusado por delator nega interesse na morte de Marielle
<< Testemunha liga vereador e chefe de milícia à execução de Marielle, diz jornal

Continuar lendo