Teori é velado no TRF4, em Porto Alegre

O velório está aberto ao público desde às 11h. A pedido dos familiares, apenas a imprensa não tem acesso ao plenário, onde o corpo está sendo velado. O sepultamento deve ocorrer às 18h

 

O corpo do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), está sendo velado neste sábado (21) no plenário do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. O magistrado atuou como desembargador no TRF4, indicado pelo Quinto Constitucional, entre 1989 a 2003. No início da manhã, entre 9h e 11h, a cerimônia estava fechada apenas aos familiares e amigos próximos do juiz.

O velório está aberto ao público desde às 11h. A pedido dos familiares, apenas a imprensa não tem acesso ao plenário do TRF4, onde o corpo está sendo velado. A previsão é de que Teori seja sepultado ainda hoje, às 18 horas, no Cemitério Jardim da Paz, na capital do Rio Grande do Sul.

O juiz Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato em Curitiba, compareceu ao velório e prestou homenagens ao ministro Teori Zavascki. “Vim prestar minhas homenagens ao ministro. Já me manifestei sobre a qualidade, relevância e importância dos serviços que ele prestava”, disse o magistrado ao chegar à cerimônia. Moro afirmou que Teori foi um “verdadeiro herói” por sua condução frente aos processos da Lava Jato no âmbito do STF.

Autoridades como a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, o presidente Michel Temer, a presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, e o vice-presidente, ministro Humberto Martins, além de alguns políticos, também vão acompanhar ao funeral. Entre os seus colegas da Corte, apenas Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Edson Fachin confirmaram presença. Os demais ministros do STF alegaram impossibilidades pessoais.

Teori morreu na quinta-feira (19), em desastre de avião na região de Paraty (RJ). No acidente, também morreram o empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, fundador do Grupo Emiliano, a massoterapeuta Maíra Panas, de 23 anos, a mãe dela, a professora Maria Hilda Panas, e o piloto do avião Osmar Rodrigues. O ministro estava de férias e viajava para a casa de praia do empresário.

Os corpos do piloto, da massoterapeuta e da mãe anda estão no Instituto Médico Legal de Angra dos Reis. Antes de serem liberados para sepultamento, os corpos serão encaminhados ao hospital de Angra dos Reis, para que passem por exames. O procedimento é uma determinação da Polícia Federal. Os corpos do ministro Teori e do Empresário também passaram pelos exames.

Natural da cidade de Faxinal dos Guedes, em Santa Catarina, o magistrado possuía mestrado e doutorado em Direito Processual Civil. Teori saiu do TRF4 para ingressar no Superior Tribunal de Justiça (STJ), após ser indicado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em 2002, e empossado na gestão do ex-presidente Lula, em 2003.

No STJ, o ministro atuou por nove anos e foi presidente da Primeira Turma e da Primeira Seção, além de integrar a Corte Especial e o Conselho da Justiça Federal. Em 2012 passou a integrar à vaga de ministro do STF, nomeado pela então presidente Dilma Rousseff.

Mais sobre Teori Zavascki

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!