Temer promete não privatizar Congonhas em troca de votos contra denúncia

Garantia foi dada ao ex-deputado Valdemar Costa Neto para ter o apoio do Partido da República, que tem 37 deputados

Em troca de votos do PR para barrar a segunda denúncia criminal que responde, o presidente Michel Temer prometeu ao ex-deputado Valdemar Costa Neto retirar o aeroporto de Congonhas da lista de privatizações, informa a Folha de S.Paulo desta sexta-feira (20/10).

<< Leia a noítícia na Folha

Condenado no mensalão, Costa Neto ainda é influente no partido, que tem 37 deputados, quatro senadores e  “recebeu importantes cargos no setor de transportes e tem poder de pressão nessa área”, diz o jornal. Congonhas é o aeroporto mais lucrativo da Infraero. “Depois de muita

insistência do Ministério da Fazenda, que precisa reforçar o caixa e aliviar o rombo no Orçamento, o Ministério dos Transportes e a Infraero concordaram em colocar Congonhas à venda e o anúncio foi feito.”

“Pessoas que participaram das discussões afirmam que, além dos votos para barrar a denúncia na Câmara, Temer avaliou que, sem Congonhas, seria preciso injetar imediatamente cerca de R$ 400 milhões na Infraero. E não há recursos disponíveis.”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!