Temer prepara novo pronunciamento para se defender de delação

Presidente passou a manhã no Palácio da Alvorada reunido com advogados, ministros, parlamentares e auxiliares para discutir os termos de sua defesa jurídica e política

O presidente Michel Temer deve fazer novo pronunciamento público neste sábado (20) para se defender das acusações da delação premiada da JBS. Temer passou a manhã no Palácio da Alvorada reunido com advogados, ministros, parlamentares e auxiliares para discutir os termos de sua defesa jurídica e política. Ainda não está definido em que horário o presidente falará.

Caso o pronunciamento se confirme, esta será a segunda aparição pública do peemedebista desde que virou alvo de inquérito por obstrução de Justiça, corrupção e participação em organização criminosa no Supremo Tribunal Federal (STF). Logo após a abertura da investigação, Temer fez um discurso enfático na quinta-feira, em que negou ter cometido qualquer ilegalidade e chamou de “clandestinas” as gravações feitas pelo empresário Joesley Batista. Na ocasião, ele também frisou que não renunciará ao mandato.

O inquérito foi autorizado ainda na quinta pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato. No despacho enviado ao presidente, Fachin ressaltou que a gravação era lícita por ter autorização judicial.

Desde que o episódio veio à tona, Temer suspendeu as audiências públicas para se concentrar em sua defesa e na tentativa de manter coesa sua base aliada. O ministro da Cultura, Roberto Freire (PPS), entregou o cargo. Outros partidos discutem se continuam apoiado o governo ou não. O PSB está reunido neste momento para tratar do assunto.

Situação e futuro de Temer dividem os três maiores jornais do país

Continuar lendo