TCU cria prêmio para identificar bons gestores públicos

Índice de Governança e Gestão vai identificar municípios, sociedades de economia mista e empresas públicas que adotam práticas modernas no setor público

O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou cinco municípios e seis organizações federais da administração direta, sociedade de economia mista e empresas públicas municipais e federais que adotam boas práticas de administração, escolhidos para receber o Prêmio Mérito Brasil de Governança e Gestão. Prefeitos e gestores federais serão premiados em 29 de novembro.

As mais eficientes organizações já estão identificadas pelo TCU e foram selecionadas depois que o tribunal aplicou um extenso questionário para saber onde e como são adotados bons métodos gerenciais por prefeitos, secretários municipais e ministros, além de dirigentes de órgãos federais. Os relatórios elaborados por auditores e demais técnicos do tribunal sobre cada um dos setores pesquisados serão divulgados pelos próprios entes públicos após a entrega do prêmio.

Instituído neste ano, o prêmio é um incentivo do TCU para que os gestores públicos possam adotar as melhores práticas e devolver os impostos pagos pela sociedade em bons serviços públicos. “Incentivamos a adoção de boas práticas de gestão para criar um circulo virtuoso e contribuir para melhorar a governança e melhorar as perspectivas do Brasil”, disse o presidente do tribunal, ministro Augusto Nardes, em coletiva de imprensa para anunciar a premiação nesta quinta-feira (17).

Critérios

O trabalho do TCU contou com a ajuda dos tribunais estaduais e começou ainda em 2014, quando mais de 12 mil questionários foram distribuídos com a resposta de mais de oito mil organizações federais, estaduais e municipais. Após os questionários, os auditores do TCU checaram as respostas in loco e identificaram as boas práticas de governança pública. O trabalho identificou três faixas de desempenho dos gestores: inicial, intermediária e avançada e cria o Índice de Governança e Gestão (IGG).

O prêmio criado pelo TCU vai possibilitar a identificação dos melhores locais para investimentos da iniciativa privada em municípios, considerando-se as características de cada gestão ou a estratégia de cada organização federal.

Mais sobre gestão pública

Mais sobre gastos públicos

Continuar lendo