Tabata é uma das 100 mulheres mais influentes do mundo, diz BBC

A lista das 100 mulheres mais influentes do mundo, que todo ano é elaborada pela BBC, traz uma novidade brasileira neste ano: a deputada Tabata Amaral (PDT-SP). Tabata representa o Brasil nessa relação junto com a filósofa Djamila Ribeiro e entrou no rol de mulheres mais influentes do mundo por conta do ativismo em prol da educação.

> PDT decide sobre expulsão ou não de Tabata no dia 22 de novembro

"Tabata Amaral, uma das mulheres mais jovens do congresso do Brasil, chamou a atenção nacional este ano quando um vídeo dela questionando o ministro da Educação do país se tornou viral", explica a BBC. O portal ainda destaca a trajetória de vida da deputada na página em que justifica as escolhas deste ano: "A jovem de 25 anos cresceu nos arredores de São Paulo, onde perdeu o pai por dependência de drogas. Dedicando-se à sua educação, ela ganhou um lugar na Universidade de Harvard com uma bolsa de estudos completa e se formou em Ciência Política e Astrofísica. Como parlamentar, suas principais agendas são educação, direitos das mulheres, inovação política e futuro sustentável".

Em entrevista à BBC, Tabata explicou que a educação é a escolha que ela decidiu dar para a desigualdade social que marcou a sua trajetória e de vida que levou a maior parte dos seus familiares e amigos a um destino diferente do seu. "Eu não queria estar em nenhum outro lugar no mundo. [...] É aqui [no Congresso] que vou travar a batalha que eu preciso travar", disse a deputada, que compartilhou o vídeo gravado com a BBC nas suas redes sociais. Veja:

A deputada também fez questão de destacar outras pautas que têm marcado o seu discurso no Congresso, como a representatividade feminina na política brasileira. "Minha maior esperança para o futuro das mulheres no Brasil é que nossa luta por direitos iguais, por oportunidades iguais seja tão consolidada que a próxima geração de meninas nascerá sem conhecer limites para seus sonhos", disse.

> Tabata Amaral diz que Ciro Gomes espalha fake news para ganhar a eleição

Djamila Ribeiro

Foi justamente por conta dessa luta pela igualdade de gênero que a outra brasileira apontada pela BBC como uma das 100 mulheres mais influentes do mundo em 2019 entrou nessa relação. Com 39 anos, a filósofa e escritora Djamila Ribeiro é uma das vozes mais influentes do movimento pelos direitos das mulheres negras no Brasil.

Segundo a BBC, as 100 mulheres listadas neste ano foram escolhidas pelo trabalho em torno do futuro feminino. Elas foram selecionadas entre os nomes apontados pela equipe da BBC, com base na influência exercida nos últimos 12 meses e na sua representação regional.

> Tabata Amaral é eleita melhor deputada de 2019 pelo júri do Prêmio Congresso em Foco

Campanha do Congresso em Foco no Catarse

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!