STF abre nova investigação contra Renan Calheiros

Também é alvo de inquérito o líder do PMDB no Senado, Romero Jucá, nome cotato para assumir o Ministério do Planejamento em um possível governo liderado por Michel Temer

O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu nova investigação contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Este é o 12º inquérito a que o peemedebista responde na Corte. Foi instaurado pela ministra Cármen Lúcia, relatora da Operação Zelotes, que deseja apurar o suposto envolvimento de Renan e do senador Romero Jucá (PMDB-RR), atual presidente nacional em exercício do partido, na venda de emendas a medidas provisórias relacionadas ao setor automotivo editadas pelo governo federal.

As informações foram divulgadas na manhã deste sábado (30) pelo jornal O Globo.

Renan e Jucá também são investigados na Operação Lava Jato, operação que envolve nove dos 12 inquéritos que apuram a participação do presidente do Senado em atos ilegais.

Jucá, que está cotado para assumir o Ministério do Planejamento caso Michel Temer assuma a presidência, tem inquérito aberto desde maio no Supremo. De acordo com o Globo, as investigações tiveram como ponto de partida um diário apreendido com o lobista João Batista Gruginski, um dos donos da SGR Construtora, que fez anotações sobre encontro que teve com dois lobistas, Alexandre Paes Santos e José Ricardo Silva.

Na reunião, conforme concluiu a Polícia Federal, Alexandre falou em negociar cerca de R$ 45 milhões em propina para senadores favoráveis aos interesses das montadoras na medida provisória do setor automotivo editada em 2009 e aprovada em 2010. No encontro, o lobista mencionou os nomes de Renan, de Jucá e do ex-senador Gim Argello (PTB-DF), preso pela Lava Jato acusado de receber propina para evitar depoimentos de executivos de empreiteiras à CPI da Petrobras.

Entretanto, ao ser interrogado pela Polícia Federal, Alexandre afirmou que as anotações foram feitas a partir de "boatos" que ouviu sobre negociações de uma emenda.

 

Mais sobre Operação Zelotes

Mais sobre Renan Calheiros

Leia a íntegra da matéria publicada por O Globo

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!