Solidariedade lança campanha para impeachment de Dilma

A legenda dará entrada ao pedido de afastamento tanto da presidente Dilma Rousseff (PT), quanto de seu vice Michel Temer (PMDB) assim que conseguir obter 1 milhão de assinaturas

Como este site já havia adiantado, presidente do Solidariedade, deputado Paulinho da Força (SP), lançou de forma oficial nesta quinta-feira (12) uma “consulta popular” visando ao pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Segundo o parlamentar, a legenda dará entrada ao pedido de afastamento tanto de Dilma, quanto de seu vice Michel Temer (PMDB) assim que conseguir obter 1 milhão de assinaturas.

A petição virtual pedindo o afastamento da presidente Dilma já está no ar, no site do Solidariedade desde quarta-feira (11). Mas a intenção do partido é intensificar a coleta de assinaturas a partir dos protestos contra o governo marcados para o final de semana. “A situação é grave. A corrupção é generalizada”, afirmou Paulinho da Força sobre o governo da presidente Dilma. “Se as pessoas querem se livrar da presidente Dilma, elas vão assinar a petição”, convocou o presidente do partido.

O parlamentar informou que pelo menos 12 juristas já estão sendo consultados sobre um eventual pedido de impeachment da presidente Dilma. Entre os quais, Dalmo Dallari e Ives Gandra.

Ainda segundo Paulinho da Força, a intenção a partir de agora é que ocorra uma grande pressão contra o Congresso Nacional pedindo o afastamento da presidente Dilma.  Outros partidos foram procurados para compor esse movimento pró- impeachment mas nenhum deles optou por fazer parte da mobilização montada pelo Solidariedade.

Confira a petição do Solidariedade

Leia mais:

Presidiário pede impeachment de Dilma

Cidadãos pecam ao desconhecer legislação sobre impeachment

Mais sobre Dilma Rousseff

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!