Senadores pedem ida de Padilha e Grace Mendonça para explicar demissão de AGU

Ex-advogado-geral afirma ter sido demitido porque o governo federal pretendia abafar a Operação Lava Jato. Requerimentos de informações e de convocação apresentados pelos líderes do PT e da Rede serão apreciados na sessão de amanhã.

O líder do PT, senador Humberto Costa (PE), e da Rede, senador Randolfe Rodrigues (AP), apresentaram, nesta segunda-feira (12), requerimentos de informações dirigidos ao ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e à advogada-geral da União, Grace Mendonça, para que esclareçam suas atuações na demissão do ex-advogado-geral, Fábio Osório Medina. Os senadores também apresentaram pedidos de convocação das duas autoridades para virem ao Senado explicar o caso.

Os requerimentos foram provocados por reportagem publicada no último sábado (10) pela revista Veja, em que o ex-advogado-geral afirma ter sido demitido porque o governo federal pretendia abafar a Operação Lava Jato. Medina teria dito ainda que recebeu orientações diretas para não atuar nas questões relacionadas à operação da Polícia Federal.

— Além disso, entraremos com representação junto ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedindo a apuração dos fatos contidos na entrevista do senhor Fábio Osório, que foi demitido do governo Temer, e que fez gravíssimas denúncias de obstrução à Justiça e outros crimes cometidos especialmente pela senhora Grace Mendonça e pelo chefe da Casa Civil, ministro Eliseu Padilha — acrescentou Humberto Costa.

Os requerimentos foram lidos pelo vice-presidente da Casa, senador Jorge Viana (PT-AC), e entram na pauta da próxima sessão deliberativa, marcada para esta terça-feira (13).

Mais sobre crise brasileira

Mais sobre Operação Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!