Senadores fazem 3ª vigília em plenário por aposentados

Segue sem sinais de cansaço, no plenário do Senado, a terceira vigília em protesto contra o que seria o descaso da União em relação a três propostas do senador Paulo Paim (PT-RS) que alteram normas previdenciárias. As matérias, já aprovadas pelos senadores, esperam apreciação da Câmara. O encerramento da mobilização dos senadores está previsto para as 6h desta quarta-feira (3).

Entre as propostas em favos aposentados estão a que elimina o fator previdenciário (equação de cálculo que reduz o benefício de aposentados); a que recompõe os valores de pensões e aposentadorias dos beneficiários da Previdência Social; e a que estende o meio de cálculo de reajuste do salário mínimo aos benefícios da Previdência.

Ao Congresso em Foco, o autor das proposições falou sobre a resposta que tem recebido de cidadãos de todo o país. “A repercussão é impressionante, emocionante, por isso que perdi até a voz ao comentar as correspondências que estão chegando neste momento em meu gabinete”, disse, após fazer emocionada leitura de poema enviado por um aposentado do Rio Grande do Sul, muito aplaudida por senadores e aposentados que ocupam as galerias e a tribuna do plenário.

“Telefonemas, e-mails, o abraço distante, mas que chega. Uma demonstração de que o povo brasileiro quer uma resposta para essas questões”, acrescentou o petista, para quem o povo está “homenageando o Senado da República, que tem tido uma postura firme em defesa dos idosos, aprovou todos os projetos”. “Agora a Câmara deve fazer a sua parte.”

Dizendo-se otimista, Paim disse que a transposição do gesto dos senadores para a Câmara é alentadora, e reflete a sensibilização que as três vigílias vem provocando entre os congressistas. “Entendo que pressão popular vai clarificar a solução”, disse Paim, lembrando que milhares de trabalhadores e aposentados farão, nesta quarta-feira, uma caminhada em favor da aprovação das matérias.

“A pressão democrática vai legitimar a decisão do Senado pela aprovação da Câmara, e evitar o veto [do presidente Lula aos projetos eventualmente aprovados pelas duas Casas]”, concluiu Paim. Durante todo o dia desta terça-feira (2), aposentados e pensionistas percorreram as instalações da Câmara e do Senado como forma de pressionar os deputados a aprovar as matérias em questão.

Além de Paim participam da vigília, entre outros, os senadores Cristovam Buarque (PDT-DF), Rosalba Ciarlini (DEM-RN), Pedro Simon (PMDB-RN), Mão Santa (PMDB-PI), Mário Couto (PSDB-PA), Wellington Salgado (PMDB-MG), José Nery (Psol-PA), Sérgio Zambiasi (PTB-RS), Romeu Tuma (PTB-SP), Papaléo Paes (PSDB-PA) e Jefferson Praia (PDT-AM). Muitos ainda estão inscritos para fazer pronunciamento na tribuna, o que indica a disposição em levar a vigília até os primeiros instantes da manhã. (Fábio Góis)

Leia também:

Senadores fazem vigília em plenário por aposentados

Senadores fazem segunda vigília a favor de aposentados

Continuar lendo