Senado cria CPI para investigar espionagem dos EUA

Requerimento apresentado por Vanessa Grazziotin contou com a assinatura de 41 senadores, 14 a mais que o necessário. Após a leitura do documento, líderes vão indicar os integrantes

O Senado criou na madrugada desta quinta-feira (11) uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar as denúncias de espionagem da Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos da América contra cidadãos brasileiros. O requerimento, apresentado pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), contou com a assinatura de 41 parlamentares, 14 a mais do que necessário. “É muito grave, não é só a nossa privacidade, é das empresas também. Tudo está em risco e precisa ser investigado”, disse a senadora.

Com a leitura do requerimento pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a CPI está oficialmente criada. Para entrar em funcionamento, no entanto, os líderes precisam, primeiro, indicar os membros. O pedido da senadora é para a criação de uma CPI composta por 18 senadores (11 titulares e sete suplentes). Se os líderes não indicarem, a tarefa cabe a Renan.

O pedido de CPI veio na esteira das reportagens do jornal O Globo. As matérias mostram que o governo americano monitorou emails e telefonemas de pessoas residentes ou em trânsito no Brasil, assim como empresas instaladas no país, a partir de uma base de espionagem instalada em Brasília. As informações foram obtidas em documentos vazados por Snowden. Desde a semana passada ele está na área de trânsito do aeroporto de Moscou sem poder viajar.

Na manhã de quarta-feira, o governo brasileiro divulgou as medidas adotadas para investigar as denúncias. O Palácio do Planalto convocou o embaixador norte-americano Thomas Shannon para prestar esclarecimentos sobre o caso e a criação de um grupo técnico interministerial, formado pelos ministérios da Justiça, Relações Exteriores, Defesa, Comunicações, Ciência e Tecnologia, Gabinete de Segurança Institucional e Assessoria Especial da Presidência da República.

 

Outros textos relativos ao assunto

ciência e tecnologiaCPIespionagemEUAMoscouNSARenan CalheirosSenadovanessa grazziotin