Senado aprova indicação de servidor de carreira para a Diretoria-Geral da Abin

Janér Tesch é oficial de inteligência há mais de 30 anos e já dirigiu a Abin em Goiás e Pernambuco, além de ter atuado no exterior como adido de segurança de embaixadas brasileiras

O Senado aprovou, nesta quarta-feira (17), o nome de Janér Tesch para ocupar o cargo de diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Ele é oficial de inteligência há mais de 30 anos e já dirigiu a Abin em Goiás e Pernambuco, além de ter atuado no exterior como adido de segurança de embaixadas brasileiras.

Durante a sabatina na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) pediu esclarecimentos sobre noticias de que a Abin está monitorando os movimentos sociais.

Tesch explicou que a agência reconhece os movimentos sociais como manifestação legitima da democracia, mas observa indivíduos que se infiltram nas organizações para cometer atos ilegais.

Mais sobre política externa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!