Senado aprova empréstimos externos para o DF e três estados

Governos do RS, DF, AM e SC foram autorizados hoje a obter empréstimos junto ao BID, Bird e à CAF

O Senado aprovou, nesta terça-feira (15), cinco autorizações para contratação de crédito externo pelos governos do Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Amazonas e Santa Catarina. Todas as matérias agora seguem para promulgação.

Para o Rio Grande do Sul, são dois empréstimos – um com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird) e outro com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O empréstimo junto ao Bird, de US$ 280 milhões, deverá ser destinado ao financiamento parcial do programa de consolidação do equilíbrio fiscal para o desenvolvimento do estado. O objetivo é aumentar a capacidade de investimento público, principalmente em infraestrutura e recursos hídricos.

O governo do Rio Grande do Sul também foi autorizado a contratar crédito externo de até US$ 50 milhões com o BID para custear parcialmente um programa que visa a redução da criminalidade entre jovens.

Para o Amazonas, os senadores aprovaram empréstimo de US$ 151 milhões junto ao BID, para financiamento parcial de programa de aceleração do desenvolvimento da educação.

Já a operação aprovada para o Distrito Federal, de US$ 50 milhões do BID, deverá servir para o financiamento parcial de um programa voltado para o desenvolvimento empresarial e aperfeiçoamento da infraestrutura urbana.

O Senado autorizou ainda o estado de Santa Catarina a contratar empréstimo de até US$ 55 milhões com a Corporação Andina de Fomento (CAF). Os recursos deverão ser destinados a um programa de integração viária do estado.

 

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!