Sem declarar voto, Acir Gurgacz pede união do país

Senador do PDT de Roraima segue declarando-se indeciso com relação ao voto no impeachment e critica Temer e Dilma por não nomearem profissionais técnicos para cargos de alto escalão

Oitavo senador a falar na sessão desta terça-feira (30), Acir Guargcz (PDT-RO) não adiantou o voto, mas pediu a "união do país". O senador defendeu que a importância de pessoas de alto nível técnico ocuparem cargos importantes no serviço público, "o que nem Dilma nem Temer fizeram". Segundo o senador, a crise é muito mais política do que econômica e o ajuste fiscal não pode prejudicar a classe trabalhadora.

Mais sobre impeachment

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!