Secretaria de Saúde descarta caso suspeito de ebola no Paraná

Paciente buscou atendimento após sentir febre e náuseas. Mas, por não ter passado por Serra Leoa, um dos países que mais sofrem com a doença, infecção foi descartada

A Secretaria de Saúde do Paraná informou que o caso suspeito de ebola registrado na manhã de hoje (16) em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Foz do Iguaçu já foi descartado.

De acordo com a assessoria de imprensa, houve dificuldade na comunicação com o paciente no momento do atendimento e a secretaria entendeu que ele tinha passado por Serra Leoa, país atingido pela epidemia de ebola.

Após fotografar o passaporte do paciente, a secretaria informou que o homem não passou por nenhum país africano, mas pela China, por Dubai, pelo Líbano e pela Itália.

O paciente buscou atendimento médico depois de apresentar febre e náuseas. Ele ficou em isolamento, junto aos profissionais de saúde e demais pessoas que estavam na unidade por algumas horas na manhã de hoje. Ainda não há informações sobre se a UPA João Samek já foi liberada para atendimento à população.

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!