São Paulo: Russomanno e Haddad disputam vaga contra Doria no segundo turno, diz Datafolha

Pesquisa aponta que empresário venceria o primeiro turno com 38% das escolhas, em uma corrida com empate na segunda colocação – tentando a reeleição, Fernando Haddad (PT) tem os mesmos 14% de preferência que o deputado licenciado Celso Russomano (PRB) amealhou no eleitorado paulistano

O tucano João Doria desponta na liderança na última rodada de pesquisas do Datafolha sobre as intenções de voto para a Prefeitura de São Paulo. Segundo o instituto, o empresário venceria o primeiro turno com 38% das escolhas, em uma corrida com empate na segunda colocação – tentando a reeleição, Fernando Haddad (PT) tem os mesmos 14% de preferência que o deputado licenciado Celso Russomano (PRB) amealhou no eleitorado paulistano. Aproveitando a rejeição generalizada da população sobre a classe política, Doria aposta no mote de que não é um político, mas um gestor, para tentar desbancar tanto Haddad quanto Russomanno, ambos com certa experiência em mandatos e funções no executivo.

Na sequência aparecem Marta Suplicy (PMDB), com 12% das citações; Luiza Erundina (Psol), com 5%; Major Olímpio (SD), com 2%; e Levy Fidelix (PRTB), com 1%. Uma das fundadoras do PT paulista e ex-ministra nos governos Lula (Turismo) e Dilma (Cultura), Marta tem atribuído ao fato de ter integrado as gestões petistas à derrocada na campanha até agora – ao menos segundo os números apresentados pelo Datafolha. No entanto, segundo informações de bastidor, tem sido alvo de “fogo amigo” dos novos aliados no governo Michel Temer – as lideranças do PSDB, que tentam eleger o correligionário João Doria prefeito de São Paulo.

Ainda segundo o Datafolha, Ricardo Young (Rede), João Bico (PSDC), Henrique Áreas (PCO) e Altino (PSTU) não atingiram percentual suficiente para figurar na pesquisa (mínimo de 1%). Declarações de voto branco e nulo (ou nenhum dos citados) somaram 10%. Os que disseram não sabe em quem votariam chegaram a 4%.

O Datafolha anotou a escolha de 4.022 pessoas em São Paulo, entre 30 de setembro e 1º de outubro. O nível de confiança dessa pesquisa é de 95% (isso quer dizer que, considerando-se a margem de erro, a chance de os números retratarem a realidade é 95%). Com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, o levantamento foi encomendado pela TV Globo em parceria com o jornal Folha de S.Paulo.

Confira o desempenho dos candidatos nas últimas pesquisas Datafolha, segundo registro feito na versão online do jornal O Globo:

Doria registrou 5%, 16%, 25%, 30%; agora chega a 38% (considerada a margem de erro, reúne entre 36% e 40% das declarações de voto)

Russomanno teve 31%, 26%, 22%, 22%; agora tem 14% (entre 12% e 16%)

Haddad teve 8%, 9%, 10%, 11%; agora está com 14% (entre 12% e 16%)

Marta teve 16%, 21%, 20%, 15%; agora está com 12% (entre 10% e 14%)

Erundina teve 10%, 7%, 5%, 5%. agora está com 5% (entre 3% e 7%)

Major Olimpio teve 2%, 2%, 2%, 1%; agora está com 2% (entre 0% e 4%)

Mais sobre Eleições 2016

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!