Russomanno, Tiririca e Feliciano, os mais votados em SP

Com 98% dos votos, Russomanno já tem quase 1,5 milhão de votos – a segunda maior votação da história da Câmara. Atrás dele vêm Tiririca (PR), com mais de 1 milhão, e o Pastor Marco Feliciano (PSC-SP). Veja a nova bancada paulista

O ex-deputado Celso Russomanno (PRB-SP) está de volta à Câmara. E, até o momento, com a segunda maior votação da história da Casa, apurados 98% dos votos. Terceiro colocado na disputa à prefeitura de São Paulo em 2012, Russomanno já acumula 1,49 milhão de votos neste domingo. Mais do que os 1.348.295 votos obtidos por Tiririca (PR) em 2010. O recorde é de 1.537.642 votos, do falecido Enéas (Prona-SP) em 2002.

Tiririca foi o segundo mais votado pelo estado. O palhaço já conta mais de 1 milhão de votos. O terceiro colocado é o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), que causou polêmica em sua passagem pela presidência da Comissão de Direitos Humanos. Ele conquistou novo mandato agora com mais de 390 mil votos. Em 2010, o pastor chegou à Câmara com 211 mil votos.

O deputado estadual Bruno Covas (PSDB-SP), neto do ex-governador Mário Covas (PSDB), foi o quarto mais votado, com mais de 350 mil votos. Rodrigo Garcia (DEM) foi reeleito com a quinta maior votação entre os paulistas: 335 mil votos.

Com os votos suspensos por estar barrado pela Lei da Ficha Limpa, Paulo Maluf (PP-SP) tem votação suficiente para se reeleger. Com quase 280 mil votos, seria o oitavo mais votado. Os votos dele só serão validados se Maluf conseguir reverter na Justiça o indeferimento de sua candidatura determinado com base na Lei da Ficha Limpa.

A nova bancada paulista terá figuras conhecidas do mundo da bola e das artes. O ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez (PT) ganhou uma cadeira na Casa. Com mais de 166 mil votos, ele foi o 19º mais votado. O cantor sertanejo Sérgio Reis (PRB) também tomará assento na Câmara. Ele recebeu mais de 44 mil votos.

Rivais no segundo turno presidencial, PT e PSDB são os partidos que mais elegeram deputados por São Paulo. A vantagem, nesse duelo, é dos tucanos, que conquistaram 15 cadeiras. Os petistas terão dez representantes na bancada paulista.

Confira os deputados eleitos por São Paulo:

São Paulo
Bruno Covas PSDB SP
Rodrigo Garcia DEM SP
Carlos Sampaio PSDB SP
Duarte Nogueira PSDB SP
Ricardo Trípoli PSDB SP
Samuel Moreira PSDB SP
Eduardo Cury PSDB SP
Silvio Torres PSDB SP
Vitor Lippi PSDB SP
Jorge Tadeu DEM SP
Bruna Furlan PSDB SP
Alex Manente PPS SP
Arnaldo Jardim PPS SP
Mara Gabrilli PSDB SP
Miguel Haddad PSDB SP
Vanderlei Macris PSDB SP
Eli Corrêa Filho DEM SP
Floriano Pesaro PSDB SP
Alexandre Leite DEM SP
Antonio Carlos Mendes Thame PSDB SP
Papa PSDB SP
Andrés Sanchez PT SP
Zarattini PT SP
Arlindo Chinaglia PT SP
Ana Perugini PT SP
Vicente Cândido PT SP
Paulo Teixeira PT SP
Nilton Tatto PT SP
Orlando Silva PCdoB SP
Vicentinho PT SP
José Mentor PT SP
Valmir Prascidelli PT SP
Celso Russomanno PRB SP
Antônio Bulhões PRB SP
Roberto Alves PRB SP
Vinicius Carvalho PRB SP
Sérgio Reis PRB SP
Marcelo Squasoni PRB SP
Beto Mansur PRB SP
Fausto Pinato PRB SP
Baleia Rossi PMDB SP
Jefferson Campos PSD SP
Missionário José Olimpio PP SP
Guilherme Mussi PP SP
Edinho Araújo PMDB SP
Ricardo Izar PSD SP
Goulart PSD SP
Herculano Passos PSD SP
Tiririca PR SP
Marco Alvino PR SP
Milton Monti PR SP
Paulo Freire PR SP
Capitão Augusto PR SP
Miguel Lombardi PR SP
Luiza Erundina PSB SP
Luiz Lauro Filho PSB SP
Ota PSB SP
Flavinho PSB SP
Pastor Marco Feliciano PSC SP
Gilberto Nascimento PSC SP
Eduardo Bolsonaro PSC SP
Evandro Gussi PV SP
Roberto de Lucena PV SP
Dr. Sinval Malheiros PV SP
Arnaldo Faria de Sá PTB SP
Nelson Marquezelli PTB SP
Ivan Valente Psol SP
Major Olímpio Gomes PDT SP
Renata Abreu PTN SP
Paulinho da Força SD SP

Mais sobre as eleições

Assine a Revista Congresso em Foco


Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!