Rollemberg anuncia redução do número de secretarias no GDF

Para cortar gastos, Rollemberg anuncia reforma administrativa e reduz o número de secretarias de 24 para 17. O corte faz parte do pacote de medidas para que o governo se ajuste aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg anunciou na tarde desta terça-feira (13) a nova configuração do poder executivo no Distrito Federal. O número de secretarias de Estado passou de 24 para 17 (quando assumiu, neste ano, o governador já havia reduzido o número de pastas, de 38 para 24). O anúncio dos cortes da máquina pública faz parte do pacote de medidas anunciadas no dia 15 de setembro, para que o governo se ajuste aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os novos secretários serão empossados na próxima terça-feira (20).

As mudanças anunciadas incluem a junção de algumas pastas. É o caso da Secretaria de Relações Institucionais e Sociais e da Casa Civil, que agora passará a ser “Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais”, liderada por Sérgio Sampaio. Na mesma situação, a Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável se juntou à Secretaria de Turismo e será a “Secretaria de Economia, Desenvolvimento Sustentável e Turismo”, capitaneada por Arthur Bernardes. A Secretaria de Esporte e Lazer somou-se à Secretaria de Educação, formando a “Secretaria de Educação e Esportes”, gerida por Júlio Gregório Filho. A Secretaria de Gestão Administrativa e Desburocratização juntou-se à Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão, sob o comando de Leany Lemos, e, por fim três pastas foram fundidas em uma só: Secretaria do Trabalho e do Empreendedorismo, Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos e a Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social agora formam a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, cuja chefia ainda não foi definida.

Com a extinção da Secretaria de Ciência e Tecnologia, a área ficará sob responsabilidade de uma coordenação, comandada por Oskar Klingl, atual secretário-adjunto da pasta. As mudanças também chegaram à governadoria, e o atual secretário de Mobilidade, Carlos Tomé, assume a chefia de Gabinete, em substituição a Rômulo Neves. Henrique Moraes Ziller substituirá Djacyr Cavalcanti de Arruda Filho na Controladoria-Geral do DF, e Aurélio de Paula Guedes Araújo assumirá a Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude.

 

Com informações da Agência Brasília.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!