Roberto Jefferson está em Brasília e pressiona PTB pelo impeachment

Condenado no mensalão, ex-deputado e homem forte do partido chega a Brasília para dar um arrocho nos petebistas pró-governo

Condenado a sete anos e 14 dias de prisão por sua participação no esquema do mensalão, o ex-deputado Roberto Jefferson continua mandando no PTB, partido do qual já foi presidente. Ele convocou a bancada petebista para uma reunião na tarde desta quarta-feira (6), na liderança do partido na Câmara. O objetivo é dar um arrocho na metade da bancada de deputados que ainda está indecisa sobre a votação do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Jefferson está solto porque foi beneficiado com um indulto que o permite circular pelo país. O ex-deputado já está em Brasília e prometeu visitar o vice presidente Michel Temer – que, em suas palavras, o “ajudou muito no processo que levou à sua cassação na Câmara”.

Jefferson trabalha duro pela saída da presidente e a posse do vice no cargo. O relator do pedido de impeachment da presidente, deputado Jovair Arantes (GO), já informou aos colegas da bancada que acatou o pedido de impedimento da presidente e lerá seu relatório, nesta tarde, na comissão processante.

Homem forte do PTB, Roberto Jefferson tem muita ascendência sobre Jovair Arantes. O líder foi monitorado por Jefferson nos últimos dias e pressionado a acatar o pedido. Jefferson também vai tentar convencer os 19 deputados do PTB a votarem por unanimidade pelo impeachment. A bancada está dividida ao meio.

Mais sobre impeachment

Mais sobre Legislativo em crise

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!