Resultado de licitação do Banco do Brasil vaza quatro dias antes da abertura de envelopes

Folha de S.Paulo tinha informação sobre a vencedora da maior licitação na área de publicidade do país desde a semana passada. Resultado da disputa, ocorrida ontem, foi registrado em cartório e publicado no domingo em anúncio no jornal

 

A primeira colocada na licitação para a maior conta de publicidade em disputa no país teve a sua vitória antecipada em registro de cartório e anúncio de jornal com pelo menos quatro dias de antecedência. Em sua edição desta terça-feira, a Folha de S.Paulo informa que tomou conhecimento de que a Multisolution, uma empresa que nunca havia conquistado uma conta no poder público, seria a vencedora na disputa pela conta do Banco do Brasil, estimada em R$ 500 milhões. Os valores podem chegar a R$ 3 bilhões caso sejam feitas as prorrogações previstas no edital.

O resultado foi registrado pela Folha em cartório, no dia 20, e em um anúncio cifrado no próprio jornal no último domingo (23). A agência ficou conhecida no mercado após comandar a conta da Petrópolis, que fabrica a Itaipava. Mas perdeu espaço desde 2012, quando ficou sem a conta da cervejaria. A Multisolution vai dividir a conta com a segunda e a terceira colocadas na licitação: a Nova S/B, especializada em contas de governo, e a Z+, empresa de capital aberto francês.

O classificado, publicado no caderno Sobre Tudo, da Folha, trazia o nome da empresa e o número da concorrência que ela venceria nesta segunda-feira. Segundo informação obtida pelo jornal, houve direcionamento dentro da estatal para garantir que a agência estivesse entre as contratadas pelo Banco do Brasil, informa a editora da coluna Painel, Daniela Lima. "Temos a solução para os seus problemas. Multisolution ganha fácil da concorrência; atendemos todos os bancos do Brasil. Ligações a partir de segunda-feira. Tel. (0xx11) 2016-0003", diz o anúncio.

O Banco do Brasil nega irregularidades. "O processo de licitação para escolha das novas agências de publicidade obedeceu rigorosamente a legislação, e a definição das vencedoras foi norteada por critérios técnicos". A agência de publicidade também negou qualquer favorecimento. A Multisolution foi a única entre as qualificadas que não teve a liderança na disputa ameaçada. De acordo com a Folha, a agência alcançou 91,58 pontos, de um total de 100. Esse tipo de licitação, chamada de "melhor técnica", ocorre em fases -  já na segunda etapa a empresa tinha margem segura para garantir que estaria entre as contratadas.

Ao final, a Multisolution ficou cerca de seis pontos à frente das demais classificadas. A distância entre as outras duas agências que venceram o certame foi de pouco mais de um ponto: 84,25 (Nova/sb) e 85,26 (Z+). Ao todo, 14 empresas participaram da disputa.

Conforme a reportagem, essa modalidade de licitação exige das concorrentes o preenchimento de uma série de requisitos para que sejam habilitadas a participar da concorrência. Nesse caso, além de propor o menor preço, as empresas enviaram ao Banco do Brasil planos de comunicação e capacidade de atendimento. Segundo Pedro Queirolo, presidente da Multisolution, a vitória "veio para coroar os 20 anos de trabalho da agência, que é reconhecida por grandes cases no setor privado".

Veja a reportagem da Folha

Mais sobre gestão pública

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!